Caros Leitores

"Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino". A educação precisa tanto de formação técnica e científica, como de sonhos e utopias.
Sejam Bem Vindos!



████████████████████████████████████
████████████████████████████████████
████████████████████████████████████

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Vem aí o Primeiro Festival de Dança Afro – Brasileira do CAIC 28/11/2009

A Escola Municipal Aureliano Joaquim da Silva – CAIC, Projeto Entre na Roda e o “Corpo Negro” Grupo Cultural Afro – Brasileiro realizará no próximo dia 28 de novembro o 1° Festival de Dança Afro – Brasileira que acontecerá no Ginásio poli esportivo do CAIC as 18h.
Muitos grupos já efetuaram suas inscrições, mais os grupos de dança que ainda não se escreveram a inscrições vão até o dia 26 de novembro conforme o regulamento. Serão cedidos aos participantes do festival certificados e estatueta de participação, lembrando que os grupos terão que apresentar coreografias de estilo afro – brasileiras. O festival afro não será de nível competitivo.
O professor e coordenador do evento, Gustavo Júnior disse que o 1° festival de dança afro – brasileira será um grande marco para a comunidade da escola CAIC bem como para toda Ituiutaba que terá todo o ano um dia especifico para trabalhar na prática a lei 10.639/03 estamos montando uma estrutura totalmente a rigor para que os nossos convidados sintam de perto a riqueza da nossa cultura africana. O “Corpo Negro” Grupo Cultural Afro – Brasileiro promete emocionar o público, com o espetáculo: “Heróis do Passado” A História dos Guerreiros Africanos que visa contar a historia do negro usando um único objeto: O Corpo.
Luciane Dias, Coordenadora do Projeto Entre na Roda disse “estamos ao longo do ano inteiro fazendo varias mobilizações referentes a cultura afro – brasileira o CAIC, é uma escola que há uma pluralidade cultural riquíssima o 1° festival traz como proposta não só um momento de prazer com nossos alunos, mas também constitui os conhecimentos de origem, referencia africana, ritmos, rituais, historias, música e a própria diversidade cultural”
A supervisora do Projeto Entre na Roda/ Corpo Negro, Beatriz Menezes ressaltou que as inscrições podem ser feitas de segunda a sexta no período vespertino ou na terça – feira no período matutino com o professor Gustavo Júnior, podendo se escrever grupos, escolas e academias.










2 comentários:

  1. um trabalho maravilhoso! É através da cultura afro que se mostra o orgulho de ser negro! boa sorte Gustavo.

    ResponderExcluir
  2. Gustavo, a foto do cidadão de costa com um chapeu de palha é de minha auatoria! Favor dar o credito : by Adenor Gondim - Veja: www.apenasbahia.blogger.com.br

    Abs. Adenor Gondim

    ResponderExcluir